Elizabeth Thomas (egiptóloga)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Elizabeth Thomas
Nascimento 29 de março de 1907
Memphis
Morte 28 de novembro de 1986 (79 anos)
Jackson
Cidadania Estados Unidos
Ocupação egiptóloga, arqueólogo, antropólogo

Elizabeth Thomas (Memphis, 29 de março de 1907Jackson, 28 de novembro de 1986) foi uma egiptóloga americana [1] que trabalhou no Vale dos Reis e no Vale das Rainhas registrando e publicando estudos sobre suas tumbas.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Formada pela Universidade do Mississippi, viajou para o Egito em 1938 gastando a maior parte de seu tempo trabalhando em Luxor. Lá, tornou-se amiga de um grupo de egiptólogos da Universidade de Chicago que a persuadiram para realizar um estudo formal no Instituto Oriental da Universidade de Chicago. Então, ali ela matriculou-se no curso de Culturas e Línguas Orientais com o qual aprendeu muitos idiomas antigos.

Durante a Segunda Guerra Mundial ela trabalhou para as forças armadas americanas ajudando com criptografia. Em 1948 ela recebeu o Mestrado, e em 1949-50 ela trabalhou com Alexandre Piankoff and Natacha Rambova estudando textos da tumba de Ramesses VI e das pirâmide de Unas. Em 1956 ela se dedicou às tumbas reais do Vale das Rainhas e dos Reis, sendo a primeira a examinar algumas destas.

Publicações[editar | editar código-fonte]

  • The Royal Necropolis of Thebes, 1966

Referências

  1. «Breaking Ground: Women in Old World Archeology». Brown University. Consultado em 12 de fevereiro de 2007.. Cópia arquivada em 2007 
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.