Elizabeth Thomas (egiptóloga)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Elizabeth Thomas (Memphis, 29 de março de 190728 de novembro de 1986) foi uma egiptóloga americana [1] que trabalhou no Vale dos Reis e no Vale das Rainhas registrando e publicando estudos sobre suas tumbas.

Formada pela Universidade do Mississippi, viajou para o Egito em 1938 gastando a maior parte de seu tempo trabalhando em Luxor. Lá, tornou-se amiga de um grupo de egiptólogos da Universidade de Chicago que a persuadiram para realizar um estudo formal no Instituto Oriental da Universidade de Chicago. Então, ali ela matriculou-se no curso de Culturas e Línguas Orientais com o qual aprendeu muitos idiomas antigos.

Durante a Segunda Guerra Mundial ela trabalhou para as forças armadas americanas ajudando com criptografia. Em 1948 ela recebeu o Mestrado, e em 1949-50 ela trabalhou com Alexandre Piankoff and Natacha Rambova estudando textos da tumba de Ramesses VI e das pirâmide de Unas. Em 1956 ela se dedicou às tumbas reais do Vale das Rainhas e dos Reis, sendo a primeira a examinar algumas destas.

Publicações[editar | editar código-fonte]

  • The Royal Necropolis of Thebes, 1966

Referências

  1. Breaking Ground: Women in Old World Archeology. Brown University. Arquivado do original em 2007. Página visitada em 2007-02-12.
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.