Enemy of the Music Business

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Enemy of the Music Business
Álbum de estúdio de Napalm Death
Lançamento 25 de Setembro de 2000
Gênero(s) Grindcore
Death metal
Duração 45:31
Gravadora(s) Spitfire Records
Produção Russ Russell e Simon Efemey
Opiniões da crítica

O parâmetro das opiniões da crítica não é mais utilizado. Por favor, mova todas as avaliações para uma secção própria no artigo. Veja como corrigir opiniões da crítica na caixa de informação.

Cronologia de Napalm Death
Último
Último
Words from the Exit Wound
(1998)
Order of the Leech
(2002)
Próximo
Próximo

Enemy of the Music Business é o nono álbum de estúdio da banda britânica de grindcore, Napalm Death, lançado a 25 de Setembro de 2000.

O álbum volta a ter a agressividade dos álbuns antigos, soando mais rápido que os anteriores. O título do álbum é uma crítica direta a ex-gravadora da banda, a Earache Records, que largou a banda nos anos anteriores, fazendo-os sair do selo. É o primeiro álbum com a nova gravadora da banda e o último com o guitarrista Jesse Pintado.

Faixas[editar | editar código-fonte]

  1. "Taste the Poison" – 1:49
  2. "Next on the List" – 3:36
  3. "Constitutional Hell" – 2:36
  4. "Vermin" – 2:17
  5. "Volume of Neglect" – 3:20
  6. "Thanks for Nothing" – 2:44
  7. "Can't Play, Won't Pay" – 3:25
  8. "Blunt against the Cutting Edge" – 3:03
  9. "Cure for the Common Complaint" – 2:43
  10. "Necessary Evil" – 2:56
  11. "C.S. (Conservative Shithead), Pt. 2" – 2:18
  12. "Mechanics of Deceit" – 3:21
  13. "(The Public Gets) What the Public Doesn't Want" – 3:14
  14. "Fracture in the Equation" – 11:09

Créditos[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um álbum de Napalm Death é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.