Enora

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
A enora de um mastro do Götheborg (coberta por uma manga a preto).

Enora é a abertura por onde o mastro passa pelo convés e cobertas, ou nas embarcações miúdas pelos bancos, para alcançarem a carlinga.[1]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Marques Esparteiro, António (1943). Dicionário Ilustrado de Marinharia 2a edição ed. Lisboa - Portugal: Livraria Clássica Editora 


Ícone de esboço Este artigo sobre tópicos navais é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.