Epêndima

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde maio de 2018). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Epêndima são as células ependimárias têm origem do revestimento interno do tubo neural embrionário e se mantém em arranjo epitelial. São elas que revestem as cavidades do sistema nervoso central, principalmente o interior dos ventrículos, no encéfalo,e do canal central da medula, na medula.[1] Essas células são responsáveis pela produção e circulação do Líquido cefalorraquideano (LCR) encontrado nessas cavidades.

As células ependimárias possuem cílios que auxiliam na circulação do LCR ( líquido cefalorraquidiano) e são transportadoras de íons. As células presentes no canal central da medula exercem apenas a função de circulação do líquor.

O conjunto formado pela pia-máter, capilares sanguíneos e células ependimárias é chamado de plexo corioide. Já a pia-máter com as camada de células é chamada de tela corioide .

Referências

  1. epêndima in Dicionário infopédia da Língua Portuguesa [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-07-06 03:14:57]. Disponível na Internet: https://www.infopedia.pt/dicionarios/lingua-portuguesa/epêndima
Ícone de esboço Este artigo sobre Anatomia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.