Eponíquio

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Eponíquio é a estrutura ungueal responsável pela fabricação de células que dão origem à cutícula, tecido que se projeta sobre as unhas das mãos e dos pés. Com espessura similar à de um fio de cabelo humano (cerca de 0,1 a 0,15 mm), o eponíquio está localizado na parte inferior da dobra proximal, sobre a matriz ungueal. O eponíquio é tão fino que muitos o confundem com a própria cutícula, mas o fato é que um produz a outra. O eponíquio é uma estrutura viva e sensível, enquanto a cutícula que ele produz é um tecido feito de células mortas que, por esse motivo, não é sensível à dor quando manipulada.

Há que se tomar muito cuidado, porém, com a remoção da cutícula quando esse procedimento for realizado com uso de aparelhos cortantes e pouco precisos como alicates de cutícula. Uma técnica mais segura e menos invasiva para remover a cutícula é conhecida como "manicure com aparelho" e se caracteriza pelo processamento da cutícula por meio de pequenas brocas de precisão, semelhantes às utilizadas na odontologia.[1]

É surpreendente o fato de um tecido tão fino como o eponíquio ser capaz de produzir grandes volumes de cutícula. A explicação mais aceita é a de que o eponíquio é feito de um tipo específico de célula chamada “célula-tronco adulta”. Suspeita-se que o mesmo tipo de célula-tronco forma a matriz, responsável pela produção das células da placa ungueal. Pesquisas em andamento estão próximas de comprovar essa hipótese.[2]

  1. «RNSA | Escola Russa de Unhas». RNSA Brasil. Consultado em 2 de setembro de 2020 
  2. «The Eponychium's Dilemma». Schoon Scientific. Consultado em 2 de setembro de 2020 

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre Anatomia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.