Equilíbrio financeiro

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde Março de 2009). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Equilíbrio financeiro é um conceito utilizado em administração e finanças para análise da estabilidade de uma empresa e não é mais do que um ajustamento do fluxo de caixa.

Tem-se uma situação de equilíbrio financeiro quando os capitais permanentes (os capitais próprios + capitais alheios a médio e longo prazo) são iguais ao investimento em activos fixos (equipamentos e outro imobilizado). Quando esta situação não ocorre a empresa está desequilibrada financeiramente, já que está a financiar investimentos de médio e longo prazo, com capitais de curto prazo.

Tem-se uma situação de equilíbrio financeiro quando o activo corrente for superior as contas a pagar a curto prazo ou seja quando os capitais permanentes forem suficiente para cobrir o activo não corrente.

O equilíbrio financeiro implica também que o activo circulante seja superior ao passivo circulante. Como este último diz respeito às obrigações que a empresa tem no prazo de um ano e os activos circulantes os direitos de propriedade e créditos que se transformam em dinheiro no prazo de um ano, a empresa está em equilíbrio no curto prazo se: Activo corrente > Passivo corrente.

A diferença entre Activo corrente e Passivo corrente representa o Fundo de Maneio:

Fundo de Maneio = Activo corrente - Passivo corrente

Se a empresa conseguir efectuar esse ajustamento, estará em condições de, a todo o momento, satisfazer as dívidas que se vencem, mantendo em simultâneo um certo volume de disponibilidades.

Assim, o equilíbrio financeiro consegue-se com uma correcta harmonização entre os tempos de transformação dos activos em dinheiro e o ritmo de transformação das dívidas em passivo circulante exigível.

Regra do equilíbrio[editar | editar código-fonte]

Seguindo este raciocínio, facilmente se compreende a regra do equilíbrio financeiro mínimo que estabelece que "os capitais utilizados por uma empresa para financiar uma imobilização, uma existência, ou outro activo, devem permanecer à sua disposição durante um tempo que corresponda pelo menos à duração dessa imobilização, existência, ou outro activo".

Ver também[editar | editar código-fonte]

Portal A Wikipédia possui o:
Portal de Economia e negócios

Referências[editar | editar código-fonte]

  • Neves, João Carvalho das (2002) "Análise Financeira", Lisboa: Texto Editora
  • Aguinaldo Luís Cafaia
Ícone de esboço Este artigo sobre Administração é um esboço relacionado ao Projeto Ciências Sociais. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.