Equilíbrio gráfico

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde fevereiro de 2016). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Diz que uma imagem está equilibrada, ou seja, tem equilíbrio gráfico, quando todos os elementos que a compõe estão organizados de tal forma que nada é enfatizado, todos passando uma sensação de equilíbrio visual.

Este equilíbrio pode ser dinâmico ou estático, dependendo do movimento gráfico da imagem (não confundir com imagem em movimento).

Uma imagem está desequilibrada, quando alguns elementos estão enfatizados de tal forma que estes parecem pesar apenas um lado da imagem. Isso não quer dizer assimetria, pois uma imagem assimétrica também pode ser equilibrada.

Teoria já conhecida há muito tempo no universo do Design, a Gestalt se aplica em diversos conceitos de construção projetual, incluindo principalmente o equilíbrio gráfico.

Elementos no equilíbrio gráfico[editar | editar código-fonte]

Os exemplos que se seguem dão uma indicação de como os referidos elementos se comportam em geral numa composição gráfica.

  • Cores neutras como o preto e branco costumam pesar menos que outras.
  • Cores quentes tendem a chamar mais à atenção que cores frias.
  • Superfícies opacas costumam pesar mais que transparências.
  • As cores com maior saturada costumam parecer mais pesadas.
  • Imagens maiores costumam pesar mais. A escala pode eventualmente afetar o "peso" das cores. ex.: uma manchete em letras grandes, em preto, pode "pesar" mais que um machete menor em vermelho.
  • A posição de uma imagem em uma composição afeta seu peso gráfico.

Esse são apenas guias para se analisar o equilíbrio gráfico, pois o equilíbrio é um fenômeno bastante relativo.

Exemplos de Equilíbrio gráfico[editar | editar código-fonte]