Escritura pictográfica

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book.svg
Este artigo ou secção não cita fontes confiáveis e independentes (desde outubro de 2010). Ajude a inserir referências.
O conteúdo não verificável pode ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Tabela de pedra grafada com escritura pictográfica procedente da cidade mesopotâmica de Kish (atualmente localizada no Iraque), datada de 3500 a. C. Consta de pictogramas que representam cabeças, pés, mãos, números e trilhos. É conservada no Departamento de Antiguidades do Museu Ashmolean, Oxford (Grã-Bretanha).

A escritura pictográfica é uma forma de comunicação que se remonta ao neolítico, onde o homem usava pictografias para representar os desenhos na pedra. A escrita feita com desenhos rudimentares chama-se pictografia do grego pictus significa pintado e grafe significa descrição. Pictografia é parte dos estudos sobre conceitos de tipografia. Antes da tecnologia impressa, os livros eram produzidos por escribas. O processo da escrita de um livro era manual, muito trabalhoso e demorado. O alemão Johann Gutenberg criou o primeiro processo de impressão, usando tipos móveis em letras de madeira e mais tarde de metal. O primeiro livro produzido em massa foi A Bíblia de Gutenberg em 1454, conhecida como a Bíblia de quarenta e duas linhas.

Wiki letter w.svg Este artigo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o. Editor: considere marcar com um esboço mais específico.