Esofagografia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Text document with red question mark.svg
Este artigo ou secção contém uma ou mais fontes no fim do texto, mas nenhuma é citada no corpo do artigo, o que compromete a confiabilidade das informações. (desde setembro de 2012)
Por favor, melhore este artigo introduzindo notas de rodapé citando as fontes, inserindo-as no corpo do texto quando necessário.
Esofagografia normal. Versão interativa.

Esofagografia ou deglutição de bário é um procedimento radiográfico comum do TGI (Trato Gastro Intestinal) alto envolvendo a administração de contraste. Este procedimento radiográfico é comum para o exame da faringe e do esôfago, bem como problemas do trânsito intestinal.

Utiliza-se um contraste radiopaco (sulfato de bário) ou, ocasionalmen­te, um contraste negativo ou radiotransparente.

Objetivo[editar | editar código-fonte]

O objetivo da esofagografia é estudar radiograficamente a forma e a função da deglutição na faringe e no esôfago.

Contra-indicações[editar | editar código-fonte]

Não há grandes contra-indicações para a esofagografia, exceto uma possível hipersensibilidade ao contraste usado. O radiologista deve de­terminar se o paciente tem uma história de sensibilidade ao bário ou ao contraste solúvel em água, caso este seja usado.as contra indicações ao bario se aplicam quando o paciente apresentar um historico de perfuração intestinal,laceração ou rupturas de viceras.Nestes casos o bario esta contra indicado.

Indicações[editar | editar código-fonte]

As indicações mais comuns para a esofagografia incluem:

  • Comprometimento da mecânica da deglutição
  • Refluxo esofágico
  • Anomalias anatômicas (incluindo corpo estranho)
  • Varizes de esôfago

...entre outros.

Referências[editar | editar código-fonte]