Diferenças entre edições de "Silogismo"

Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
48 bytes adicionados ,  21h41min de 5 de dezembro de 2017
Para que um silogismo seja válido, sua estrutura deve respeitar regras. Tais regras, em número de oito, permitem verificar a correção ou incorreção do silogismo. As quatro primeiras regras são relativas aos termos e as quatro últimas são relativas às premissas. São elas:
 
#'''Todo silogismo contém somente 3 termos: maior, médio e menor;'''
#'''Os termos da conclusão não podem ter extensão maior que os termos das premissas;'''
#'''O termo médio não pode entrar na conclusão;'''
#'''O termo médio deve ser universal ao menos uma vez;'''
#'''De duas premissas negativas, nada se conclui;'''
#'''De duas premissas afirmativas não pode haver conclusão negativa;'''
#'''A conclusão segue sempre a premissa mais fraca;'''
#'''De duas premissas particulares, nada se conclui.'''
Estas regras reduzem-se às três regras que Aristóteles definiu. O que se entende por “parte mais fraca” são as seguintes situações: entre uma premissa universal e uma particular, a “parte mais fraca” é a particular; entre uma premissa afirmativa e outra negativa, a “parte mais fraca” é a negativa.

Menu de navegação