Saltar para o conteúdo

Diferenças entre edições de "Exercício anaeróbio"

39 bytes removidos ,  13h22min de 16 de janeiro de 2018
sem resumo de edição
(referências, fontes)
Exercícios aeróbicos, por outro lado, incluem atividade realizadas por longos períodos de tempo em menor intensidade. Exercícios como caminhar, [[correr]], [[natação|nadar]] e pedalar requerem grande quantidade de oxigênio para gerar energia por período prolongado de tempo.
 
Há dois tipos de sistema de geração de energia anaeróbica: o [[Trifosfato de adenosina|ATP]]-[[Fosfocreatina|CrP]] (professora ele apenas copiou e colou), que tem a [[Fosfocreatina|creatina fosfatada]] como principal fonte de energia, e o [[ácido lático]] (ou [[glicólise]] anaeróbia), que usa [[glicose]] na ausência de oxigênio. O segundo é um uso ineficiente da glicose e produz sub-produtos que, acredita-se, sejam prejudiciais ao funcionamento muscular.
 
O sistema de ácido lático é o dominante durante exercícios de intensidade alta a máxima, durante curto período de tempo (em torno de um [[minuto]]), mas ele também é responsável por uma parte da energia durante exercício aeróbio, uma vez que o [[organismo]] é capaz de livrar-se dos sub-produtos anaeróbios até um certo nível. A eficiência da remoção dos sub-produtos pelos músculos melhora através do treinamento.
14

edições