Estanco

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde novembro de 2010). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Estanco é o monopólio sobre um produto de forma legal.

Um exemplo é o que ocorria no período pré-colonial do Brasil: Portugal arrendou o direito de exploração do pau-brasil a um consórcio de mercadores de Lisboa, o qual era liderado por Fernando de Noronha, os quais assumiram também o compromisso de patrulhar o litoral objetivando evitar invasões estrangeiras.

Ocorreu também por exemplo, a remoção do "estanco" no período do reformismo ilustrado Luso-Brasileiro, onde foi removido o "estanco" do sal, pois tal postura tendo continuidade, segundo os ideólogos ilustrados da época, prejudicava o crescimento de Portugal, a qual queria aproximar-se em crescimento junto aos grandes geradores das luzes daquela época, como França, Inglaterra e Holanda.

Ícone de esboço Este artigo sobre História ou um(a) historiador(a) é um esboço relacionado ao Projeto História. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.