Eticista

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Um eticista ou especialista em ética é uma pessoa cujos julgamentos sobre ética e códigos de ética é alvo de confiança de uma comunidade específica e, mais importante, tal confiança é expressa de uma forma que possibilita que outros imitem ou se aproximem desse julgamento ético. Seguir o conselho de especialistas em ética é um tipo de aquisição de conhecimento por reprodução (como no argumento de autoridade).[1][2]

O termo jurista descreve um especialista em ética cujo julgamento em matéria de direito torna-se parte de um código legal ou tem força de lei, que pode adquirir legitimidade em função de ser consequência de uma sanção estatal formal (de jure).

Outros significados[editar | editar código-fonte]

Eticista também pode significar uma pessoa que se submete ao eticismo, que pode ser definido como uma filosofia baseada na ética[3] ou "a visão de que o ponto de vista moral de uma obra de arte afeta a avaliação estética geral da obra".[4][5] O termo eticista também pode designar uma pessoa com tendência à ação de moralizar.

Referências

  1. Tjeltveit, Alan C. (1999) Ethics and Values in Psychotherapy Routledge, London, pages 37-39, ISBN 0-415-15663-7
  2. Michels, Robert (1991) "Psychiatry: Where medicine, psychology, and ethics meet" in Browning, Don S. and Evison, Ian S. (eds.) (1991) Does Psychiatry Need a Public Philosophy? Nelson-Hall, Chicago, pp. 61-73, page 70, ISBN 0-8304-1244-1
  3. «ethicism - definition of ethicism by the Free Online Dictionary, Thesaurus and Encyclopedia.». TheFreeDictionary.com. Consultado em 21 de abril de 2013 
  4. Halwani, Raja (fevereiro de 2009). «Ethicism, Interpretation, and Munich». Journal of Applied Philosophy. 26: 71–87. doi:10.1111/j.1468-5930.2009.00432.x 
  5. Gracyk, Theodore (11 de abril de 2011). «Gaut on Ethicism and  Artistic Value -- Outline». Consultado em 21 de abril de 2013 


Ícone de esboço Este artigo sobre filosofia/um(a) filósofo(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.