Expressão ectópica

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde julho de 2017). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Expressão ectópicaé uma expressão anormal do gene em um tipo de célula, tipo de tecido ou estágio de desenvolvimento no qual o gene geralmente não é expresso.[1][2]

Pode ser causada por uma doença ou ser artificialmente induzida com vista a determinar a função do gene. Dessa forma pode ser classificado uma expressão inapropriada de um gene podendo ter importantes consequências, conforme surpreendentemente revelado com o gene FGF4 em cães [3]

Referências

  1. Cox, Timothy C.; Camci, Esra D.; Vora, Siddharth; Luquetti, Daniela V.; Turner, Eric E. (2014). «The genetics of auricular development and malformation: New findings in model systems driving future directions for microtia research». European Journal of Medical Genetics. 57 (8): 394–401. PMC 4143470Acessível livremente. PMID 24880027. doi:10.1016/j.ejmg.2014.05.003 
  2. Merriam, John R. (2001). «Genes with ectopic expression phenotypes are common, not rare» (PDF). Molecular Cell and Developmental Biology. 84: 130–132 
  3. Tom Strachan, Andrew Read Artmed Editora, 1 de out de 2016 - 808 páginas