Extrussoma

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Os extrussomas são estruturas membranares existentes em alguns eucariotas que, sob certa condições, descarregam o seu conteúdo para o exterior da célula. Existem variados tipos de extrussomas, provavelmente não homólogos, servindo funções diversas.[1] [2]

Os nematocistos dos Cnidaria podem ser considerados exemplos de extrussomas.

Os extrussomas que se encontram nos dinoflagelados assumem um papel importante na formação das marés vermelhas.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Klaus Hausmann, «Extrusive Organelles in Protists», International Review of Cytology, 52: 197-276, 1978.
  • Lynn Margulis, Heather I. McKhann, Lorraine Olendzenski, Illustrated glossary of protoctista, Boston : Jones & Bartlett Learning, 1993, ISBN 0-86720-081-2, p. 42 (Google libri)
  • Mark Wheelis, Principles of Modern Microbiology, Sudbury : Jones & Bartlett Learning International, 2007, ISBN 07-637-1075-X, ISBN 9780763710750, p. 97 (Google libri)

Referências

  1. pbrc.hawaii.edu. «Microfotografia elettronica (estrusoma di Didinium. Consultado em 21 de abril de 2017 
  2. pbrc.hawaii.edu. «Microfotografia elettronica (mucocisti di Tetrahymena. Consultado em 21 de abril de 2017 
Ícone de esboço Este artigo sobre Botânica é um esboço relacionado ao Projeto Plantas. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.