FLIP

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Disambig grey.svg Nota: Se procura a festa literária, veja Festa Literária Internacional de Paraty.
foto © Chussei Jukemura

Felipe Yung é um artista que fez seu nome nas ruas, onde é mais conhecido como “Flip”. Mestre dos sprays e canetões, ele bombardeou São Paulo por anos, aperfeiçoando sua caligrafia nos muros da cidade, como reza a tradição do graffiti. Mas Flip também foi um dos pioneiros no Brasil a quebrar essa tradição e pintar personagens soltos pela metrópole, seres gigantescos ou pequenos e numerosos, geralmente com cores vivas. Suas influencias são Cultura Urbana e Design (arte, moda e música) , Arvores nativas, Fetiches, Camuflagem and Caligrafia Japonesa (Shodo) e Urbana (tags e pixação) assim como Xilogravuras (Ukiyo-e).

Junto com Alexandre Cruz "Sesper" criou a MOST, a primeira galeria de arte urbana brasileira que funcionou entre 2003 e 2005, marco importante da história da street art de São Paulo. Essa curadoria e incentivo da arte underground de São Paulo, resultou nas primeiras exposições de alguns artistas, hoje consagrados na cena mundial. Hoje, Flip dá continuidade ao seu trabalho de curadoria e consultoria para diversas agências e marcas. Além de assinar o já icônico complexo de murais de larga escala, intitulado “Aquário Urbano” no centro de SP.

Você pode conferir suas artes em galerias e ruas de São Paulo, Rio de Janeiro, Porto Alegre, Madrid, Barcelona, Los Angeles, Moscou, Londres, Paris, Osaka e Tokyo.

FLIP ("Fast-Local-Internet-Protocol") é uma suíte de protocolos Internet que provê transparência, segurança e gerenciamento de rede. (Tanenbaum et al, Vrije Universiteit Amsterdam).

Ver também[editar | editar código-fonte]