Festschrift

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

O termo em língua alemã Festschrift (ou ''Festschriften), na Academia, se refere a um livro que homenageia uma pessoa influente ou reconhecida, especialmente um pesquisador. Geralmente é lançado enquanto o homenageado é vivo. O termo pode ser traduzido como "livro de homenagem" ou "livro de celebração". Na França se usa o termo Mélanges'[1] [2][3]

Um Festschrift contém contribuições inéditas de colegas do homenageado, podendo incluir seus ex-alunos. Geralmente é publicado na ocasião da aposentadoria do homenageado, ou quando ele completa certo tempo de carreira (trinta anos ou mais). O Festschrift pode ser qualquer tipo de publicação, como um livro pequeno ou mesmo uma obra com vários volumes. Quando o homenageado é um pesquisador respeitado e celebrado nacional ou internacionalmente, são feitos vários Festschriften, particularmente se o pesquisador atua em diferentes campos do conhecimento. [4] [5]

Na Alemanha, considera-se uma honra ser designado a preparar uma coleção. Se o pesquisador homenageado escolhe uma pessoa para fazer este trabalho, pode também significar que o escolhido é o seu sucessor por vocação.[6]

A palavra tem sido difundida internacionalmente. Em inglês, por exemplo, a palavra já foi incorporada aos dicionários, de modo que a palavra não é mais escrita com o usual itálico que indica estrangeirismo, embora ainda mantenha a letra maiúscula inicial, típica da morfologia da palavra no alemão. O plural pode ser escrito de duas maneiras: "Festschriften" ou "Festschrifts". Entretanto, Festschriften é geralmente usado quando se trata de um título no plural, como "Ensaios em Honra de..." ou "Ensaios dedicados a..."[7] [8]

Referências

  1. Horowitz, Irving Louis. Communicating Ideas: The Politics of Scholarly Publishing. New Brunswick, N.J.: Transaction Publishers, 1991.
  2. Endel Tulving (2007). "Are there 256 different kinds of memory?". In James S. Nairne (ed.). The foundations of remembering: essays in honor of Henry L. Roediger III. Psychology Press. p. 39. ISBN 9781841694467.
  3. Antoine Mazeaud. Que sont et que sont les Mélanges devenus ? in À droit ouvert : Mélanges en l’honneur d’Antoine Lyon-Caen, Dalloz, 2018, 595-610 p. (ISBN 978-2-247-13972-9)
  4. Ricki Lewis. Festschriften Honor Exceptional Scientific Careers, Scholarly Influences, The Scientist, September 2, 1996.
  5. Horovitz, Irving Louis. Communicating Ideas: The Politics of Scholarly Publishing. p. 237. Soble, Alan G. (2003).
  6. Michael Agnes, editor in chief (2004). Webster's New World College Dictionary, fourth edition. Wiley Publishing. p. 524. ISBN 0-02-863118-8.
  7. Claudio Naranjo. Festschrift "Eran ud Aneran - Transoxiana Webfestschrift Series 2003". Transoxiana.org. ISSN 1666-7050. Retrieved 2013-10-08.
  8. "Review of Fact and Value: Essays on Ethics and Metaphysics for Judith Jarvis Thomson, ed. Alex Byrne, Robert Stalnaker, and Ralph Wedgwood". Essays in Philosophy. 4 (1): 70–75. doi:10.5840/eip20034125. ISSN 1526-0569.

Ver também[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Festschrift