Filotaxia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Filotaxia:
a - alternadas
b - opostas cruzadas
c - opostas dísticas
d- verticiladas.

Filotaxia é o padrão de distribuição das folhas ao longo do caule das plantas. Informações sobre a filotaxia de uma espécie podem ser úteis na identificação de sua família botânica.

A distribuição das folhas pode apresentar as seguintes organizações básicas:

  • Fasciculada: quando mais de uma folha insere-se no mesmo ponto do caule, estado comum em pinheiros.
  • Alterna: quando só há uma folha em cada nó. As folhas alternas podem ser:
  • Dísticas: quando todas as folhas do caule apresentam-se dispostas em apenas um plano;
  • Espiraladas: quando as folhas encontram-se dispostas em mais de um plano, normalmente formando uma espiral;
  • Rosuladas: caso especial de alternas espiraladas, quando o caule é muito curto, ou quando o trecho provido de folhas é muito comprimido, fazendo com que a folhagem adquira um aspecto como o das pétalas de uma rosa. Folhagens desse tipo também são conhecidas como rosetas.
  • Oposta: Quando duas folhas inserem-se no mesmo nó do caule, em lados opostos. Também subdividem-se em:
  • Dísticas: quando os pares de folhas apresentam-se no mesmo plano;
  • Cruzadas: quando os pares, alternadamente, apresentam-se dispostos em planos cruzados.
  • Verticilada: quando 3 ou mais folhas inserem-se no mesmo nó.

Há casos em que a filotaxia aparente não corresponde à filotaxia real de uma planta. As goiabeiras, por exemplo, apresentam normalmente suas folhas opostas dispostas num mesmo plano, como se fossem dísticas. No entanto, seus ramos mais novos possuem 4 quilhas, e usando estas quilhas como referência, nota-se que o caule sofre uma torção tal que suas folhas, originalmente opostas cruzadas, são posicionadas à maneira de opostas dísticas. O botânico amador deve atentar para torções do caule a fim de determinar a filotaxia de uma espécie.

Ver também[editar | editar código-fonte]