Fiorde de Hornsund

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Localização do Fiorde de Hornsund (letra a) no extremo sul da costa ocidental de Spitsbergen.
Burgerbukta, baía no norte do fiorde de Hornsund
Navio polaco em Hornsund

O fiorde de Hornsund é um pequeno fiorde localizado no extremo sul da costa ocidental da ilha norueguesa de Spitsbergen, no arquipélago das Svalbard.

O fiordo abre ao mar da Gronelândia, tem cerca de 12 km de largura e 30 km de comprimento, e desníveis dos 90 aos 260 m. O fiorde de Hornsund é de formações geológicas diversas desde o Pré-Câmbrico na parte ocidental, ao Mesozoico na oriental, e mantém várias fraturas perpendiculares ao longo da costa sul de Spitsbergen.

Existe uma estação polar polaca de investigação que opera desde 1957, a qual recebe o nome de Hornsund.

O explorador inglês Jonas Poole visitou Hornsund em 1610, dando ao fiorde o seu nome (a partir de chifres de rena). Em 1613 os primeiros navios baleeiros usaram Hornsund. Em 1614 o fiorde foi cedido aos neerlandeses, por uma época. Em 1617 e 1618 navios neerlandeses usaram o fiorde, mas retiraram-se.[1] Navios dinamarqueses também usaram o fiorde em 1617, e foram forçados a dar um quinto da pescaria aos ingleses[2]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Conway, William Martin (1906). No Man's Land: A History of Spitsbergen from Its Discovery in 1596 to the Beginning of the Scientific Exploration of the Country. [S.l.]: Cambridge, At the University Press 
  2. Dalgård, Sune (1962). Dansk-Norsk Hvalfangst 1615–1660: En Studie over Danmark-Norges Stilling i Europæisk Merkantil Expansion. [S.l.]: G.E.C Gads Forlag