Fired Up

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Se procura pelo(a) o filme de 2009, veja Fired Up!.
Question book.svg
Este artigo ou secção não cita fontes confiáveis e independentes (desde novembro de 2013). Ajude a inserir referências.
O conteúdo não verificável pode ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Fired Up é o álbum de estreia de Alesha Dixon, ex-integrante da banda Mis-Teeq. É o seu único em que utiliza o monônimo artístico de "Alesha".

Faixas[editar | editar código-fonte]

  1. "Hypnotik" (Alesha Dixon, Johnny Douglas, Nina Woodford)
  2. "Lipstick" (Anders Bagge, Henrik Janson, Dixon, Peer Åström)
  3. "Fired Up" (Dixon, Douglas, Woodford)
  4. "Knockdown" (Dixon, Brian Higgins, Giselle Sommerville, Miranda Cooper, Shawn Lee, Tim "Rolf" Larcom)
  5. "Superficial" (Dixon, Douglas, Woodford)
  6. "Ting-A-Ling" (Dixon, Richard Stannard, Matthew Rowbottom)
  7. "Free" (Bagge, Dixon, Vula, Åström)
  8. "Everybody Wants to Change the World" (Craigie Dodds, J'Nay)
  9. "Let It Go" (Dixon, Douglas, Judie Tzuke)
  10. "Lil' Bit of Love" (Dixon, Douglas, Judie Myers)
  11. "Turn It Up" (Paul Epworth)
  12. "Everywhere I Go" (Dixon, Douglas, Estelle Swaray)
  13. "Voodoo" (Craigie)
  14. "Lipstick" (Agent X remix) (Bagge, Janson, Dixon, Åström)
  15. "Knockdown" (K-Gee Heat remix) (Dixon, Higgins, Sommerville, Cooper, Lee, Larcom)
Ícone de esboço Este artigo sobre um álbum de Alesha Dixon é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.