Flo Menezes

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Flo Menezes, compositor brasileiro

Flô Menezes (Florivaldo Menezes Filho; São Paulo, 18 de abril de 1962) é compositor brasileiro,[1] com notável atuação na música eletroacústica e na teoria estética da música clássica na contemporaneidade, em especial, o conceito de música maximalista.[2] É professor titular do Instituto de Artes da Unesp, fundador e diretor do Studio PANaroma de Música Eletroacústica.[3]

Autor da ópera Ritos de Passagem montada no Theatro São Pedro de São Paulo, regência de Ricardo Bologna.[4]

Referências

  1. PERPETUO, I.F. História concisa da música clássica brasileira. São Paulo: Alameda, 2018, pp. 227-250.
  2. MENEZES, F. Música maximalista: ensaios sobre a música radical e especulativa. São Paulo: Editora Unesp, 2006.
  3. MARTINELLI, L. No curto circuito: a eletroacústica na música no Brasil (In: Cem anos de música no Brasil: 1912-2012). São Paulo: Andreato Comunicação e Cultura, 2015, pp. 192-202.
  4. «'Ritos de perpassagem': uma experiência de audição». Concerto. 28 de setembro de 2019. Consultado em 22 de dezembro de 2019