Fonte (Duchamp)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Para outros significados de Fonte, veja Fonte (desambiguação).
A Fonte, 1917.

A Fonte é um urinol de porcelana branco, considerado uma das obras mais representativas do dadaísmo na França, criada em 1917, sendo atreladas ao artista Marcel Duchamp. Recentemente, pesquisadores levantaram a possibilidade de, na verdade, a obra ser de autoria da pintora, poeta e escultora Baronesa Elsa von Freytag-Loringhoven [1]

O objeto foi vandalizado em 6 de Janeiro de 2006, no Centro Pompidou, em Paris, por um francês de 77 anos que a atacou com um martelo. O vândalo foi detido logo em seguida ele alegou que o ataque com o martelo era uma performance artística e que o próprio Marcel Duchamp teria apreciado tal atitude. A obra sofreu apenas escoriações leves.[2]

Em janeiro de 2006, estimava-se que a obra valeria cerca de 3 milhões de euros. Hoje em dia encontra-se na Europa [2]

Referências

  1. Online, J. C. (15 de abril de 2017). «Teria 'A Fonte' de Duchamp sido criada por uma vanguardista esquecida?». JC. Consultado em 26 de maio de 2020 
  2. a b «BBC Brasil - Homem ataca urinol dadaísta com martelo em Paris». 6 de janeiro de 2006. Consultado em 16 de novembro de 2008 
Ícone de esboço Este artigo sobre arte ou história da arte é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.