François Asselineau

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
François Asselineau
François Asselineau
Dados pessoais
Nascimento 14 de julho de 1957 (61 anos)
Paris, França
Alma mater
HEC Paris
ENA
Partido Rally para a França (RPF) (1999-2006)
UPR (2007-presente)
Website [1]
linkWP:PPO#França

François Asselineau (Paris, 14 de setembro de 1957) é um político francês e inspetor geral de finanças.

Asselineau foi membro do Reagrupamento para a República (RPR) e da União por um Movimento Popular (UMP, hoje Os Republicanos)[1][2] antes de criar seu próprio partido político, a União Popular Republicana (UPR). Seu movimento promove a retirada unilateral da França da União Europeia, da Zona do Euro e da OTAN.

Considerado um "souverainista"[3], ele também é visto por muitos observadores como um teórico da conspiração.[4][5][6] O Arrêt sur images o descreve como "uma ala direita 'énarque', que limita com a extrema-direita".[7]

Asselineau teve um relacionamento conturbado com a mídia, que ele repetidamente acusa de "censura" às suas ideias. Em sua crítica, ele inclui a Wikipedia francês, que tem considerado a ele, o suficientemente digno de nota para justificar uma página na enciclopédia. O ativismo dos seus apoiadores tentam aumentar a cobertura da mídia de Asselineau e a UPR tem-se notada por vários observadores.[8][9]

Referências

  1. «Démission remarquée à l'UMP». Le Parisien. 03 de outubro de 2006  Verifique data em: |data= (ajuda)
  2. «Ça bouge à l'UMP». Le Parisien. 31 de dezembro de 2004 
  3. «MAIS QUI EST FRANÇOIS ASSELINEAU, LE SOUVERAINISTE SANS PAGE WIKIPEDIA ?». Arrêt sur Images. 24 de setembro de 2014 
  4. «Réponse ouverte à François Asselineau». iPolitique. 27 de maio de 2014 
  5. «SCIENCES-PO AIX OUVRE SON GRAND AMPHI AU CONSPIRATIONNISTE FRANÇOIS ASSELINEAU». Street Press. 20 de novembro de 2013 
  6. «Législative partielle : la galaxie des micro-partis». Sud Ouest. 11 de junho de 2013 
  7. «MAIS QUI EST FRANÇOIS ASSELINEAU, LE SOUVERAINISTE SANS PAGE WIKIPEDIA ?». Arrêt sur images. 24 de setembro de 2014 
  8. «Réponse ouverte à François Asselineau». iPolitique. 27 de maio de 2014 
  9. «François Asselineau de l'Union Populaire Républicaine - On n'est pas couché 20 septembre 2014 #ONPC». YouTube. 22 de setembro de 2014