Friedrich Goltz

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Friedrich Goltz
Friedrich Goltz (c. 1870)
Nascimento 14 de agosto de 1834
Poznań
Morte 5 de maio de 1902 (67 anos)
Estrasburgo
Nacionalidade Alemanha Alemão
Alma mater Universidade de Estrasburgo
Orientador(es) Hermann von Helmholtz
Campo(s) Fisiologia
Tese 1858: De spatii sensu cutis

Friedrich Leopold Goltz (Poznań, 14 de agosto de 1834Estrasburgo, 5 de maio de 1902) foi um fisiologista alemão, sobrinho do escritor Bogumil Goltz.

Goltz estudou medicina de 1853 a 1857 na Universidade de Königsberg. Obteve um doutorado em 1858, com a tese De spatii sensu cutis, orientado por Hermann von Helmholtz.[1]

Após os estudos permaneceu na Universidade de Königsberg, sendo em 1861 inicialmente prosector, em 1862 Privatdozent e em 1865 Professor. A partir de 1870 foi Professor de Fisiologia na Universidade de Halle-Wittenberg, e a partir de 1872 na Universidade de Estrasburgo, onde foi reitor em 1888.

Friedrich Goltz investigou as funções do coração, do tato, a neurofisiologia e reações reflexivas. Foi o primeiro a realizar uma hemisferectomia em um cachorro.

Aposentou-se em 1901 e morreu em maio de 1902 em Estrasburgo.

Obras[editar | editar código-fonte]

  • Funktionen der Nervenzentren des Frosches (1869)
  • Verrichtungen des Großhirns (1881)
  • Wider die Humanaster. Rechtfertigung eines Vivisektors (1883)

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]