Fujiwara Tamefusa

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Fujiwara Tamefusa
藤原為房
Sangi
Dados pessoais
Nascimento 1049
Morte 27 de abril de 1115 (66 anos)
linkWP:PPO#Japão


Fujiwara Tamefusa ( 藤原為房 , 10491115, também conhecido como Tamefusa-kyō-ki?) , membro da Corte durante o Período Heian da História do Japão [1].

Vida[editar | editar código-fonte]

Este membro do Ramo Kanjūji do Clã Fujiwara era filho de Fujiwara Takashikata.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Serviu os seguintes imperadores : Go-Reizei (1065 até 1068) , Go-Sanjo (1068 até 1072) , Shirakawa (1072 até 1086) , Horikawa (1087 até 1107) , Toba (1107 até 1115).

Iniciou seus trabalhos na corte em 1065 durante o reinado de Go-Reizei como Nuidono Gon no suke ( 縫殿権助, diretor adjunto provisório no departamento do guarda-roupa das damas da Corte?) . Em 1971 foi promovido a Rokui-Kurodo ( 六位蔵人, camareiro de sexta classe?) do Imperador Go-Sanjo [2] .

No ano seguinte, no reinado do Imperador Shirakawa passa a prestar serviços na Konoefu ( 近衛府 , guarda interna palaciana?). Em 1075 foi nomeado Tōtōmi no kami ( 遠江守 , Governador da Província de Tōtōmi?). Dois anos depois volta a Capital para trabalhar no Chūgūshiki ( 中宮職 , Cerimonial da Imperatriz Consorte?). E em 1083 é designado para a Emonfu ( 衛門府 , Guarda dos Portões Reais?) [2].

Durante o reinado de Shirakawa, tanto Tamefusa como Fujiwara Korefusa e Ōe no Masafusa foram considerados seus melhores vassalos e receberam o apelido de Mae no mifusa ( 前の三房 , os três com fusa?), pois todos os três tinham o kanji fusa (?) em seus nomes [3].

Em agosto de 1086, pouco antes da ascensão de Horikawa, Tamefusa assumiu a chefia do Edokoro (o atelier oficial da Corte) o que o levou a entrar em contato próximo com muitos artistas e artesãos.

Em 1092 quando Tamefusa trabalhava como assessor do Ex-imperador Shirakawa ocorreu um incidente entre membros do Clero do Santuário Hie-sha e vassalos de Tamefusa e Fujiwara no Tadazane (neto de Fujiwara no Morozane e futuro líder do Clã Fujiwara), nesta época ambos serviam como funcionários de nível médio na Corte. Os manifestantes pressionavam afirmando que o clero de Enryakuji se juntariam à manifestação se Tamefusa e Tadazane não fossem punidos. Dois dias depois Tamefusa perdeu seus títulos oficiais na Corte e Tadazame foi preso durante a prática de tiro ao alvo, e os vassalos responsáveis pelo assédio foram presos. Mas quando os membros do Enryakuji e as comunidades de Hie-sha perceberam que as punições acabariam por ai e ameaçaram iniciar um protesto na capital. Em resposta, o Kuge reuniu-se no Palácio Imperial, e no dia 28 de decidiu-se que tanto Tadazane como Tamefusa haviam de fato incentivado seus partidários a se intrometer nas propriedades do Santuário Hie. Consequentemente ambos foram rebaixados e exilados para províncias distantes como autoridades locais; Tamefusa foi nomeado vice-governador da Província de Awa, enquanto Tadazame tornou-se governador da Província de Aki. No entanto ambos foram perdoados e autorizados a retomar suas carreiras na Corte após dois anos. Shirakawa influenciou a Corte a perdoar Tamefusa que foi restaurado para sua antiga posição como um dos assessores do ex-imperador em 1093. Tadazame e seu principal cúmplice foram chamados de volta para a capital no dia 5 de março de 1094 [4]

Entre 1107 e 1109, Tamefusa atuou como vice-líder de Kurōdodokoro (agencia responsável pelos documentos imperiais) e Chefe do Kuraryō (agencia responsável por armazenar os tesouros da corte e os trajes imperiais, bem como adquirir produtos estrangeiros para a Corte) onde adquiriu excelentes conhecimentos sobre a cultura chinesa, incluindo o Karakami (decoração em papel) [5]

Existem registros mostrando que Fujiwara Tamefusa, desde que assumiu o posto de Sangi (1111), juntou-se ao planejamento da antologia dos Trinta e seis Imortais da Poesia, Sanjuroku-ninshu, que seria um presente do ex-imperador Shirakawa ao Imperador Toba comemorando a celebração de seus seis anos de reinado em 1112 [5]

Poucos anos depois em 27 de abril de 1115, Fujiwara Tamefusa veio a falecer no cargo de Sangi [6]



Precedido por
Fujiwara Takashikata
Japanese crest Kajuuji Sasa.svg -- 9º Líder dos Kanjūji Fujiwara
Sucedido por
Fujiwara Morizane
Precedido por
Minamoto Tamenori
Tōtōmi no kami
1077 - 1079
Sucedido por
????



Referências

  1. Christopher Seeley, A History of Writing in Japan (em inglês) BRILL, 1991 p. 108 ISBN 9789004090811
  2. a b Wikipedia Japonesa
  3. John Whitney Hall,Jeffrey P. Mass; Medieval Japan: Essays in Institutional History (em inglês) Stanford University Press, 1988 p. 69 ISBN 9780804715119
  4. Mikael S. Adolphson, The Gates of Power: Monks, Courtiers, and Warriors in Premodern Japan (em inglês) University of Hawaii Press, 2000 pp. 99-100 ISBN 9780824823344
  5. a b Tōkyō Kokuritsu Bunkazai Kenkyūjo, International Symposium on the Conservation and Restoration of Cultural Property: Interregional Influences in East Asian Art History : October 6 to 9, 1981, Tokyo, Japan (em inglês) pp 142 - 144
  6. Robert Karl Reischauer, Jean Reischauer, Woodrow Wilson, Early Japanese History, c. 40 B.C.-A.D. 1167, Volume 1 (em inglês) P. Smith, 1967 p. 375


Ícone de esboço Este artigo sobre História do Japão é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.