Geminação

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde Outubro de 2011). Por favor, adicione mais referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Disambig grey.svg Nota: Para outros significados, veja Geminação (desambiguação).

As consoantes geminadas, contrastando com as consoantes simples, são normalmente encontradas entre vogais, São consideradas como dois segmentos iguais situados em sílabas diferentes, que, entretanto, compartilham o mesmo conjunto de traços fonológicos, como podemos observar no exemplo com a palavra pappa (“mingau”), do italiano [1] :

Representação de pappa.jpg

Conforme podemos ver acima, a primeira parte da consoante geminada ocupa a coda de uma sílaba, enquanto a segunda parte ocupa o ataque da sílaba seguinte. Assim, o exemplo distingue-se da palavra papa “Papa”, que possui somente consoantes simples. Neste caso, cada consoante ocupa apenas uma posição silábica:

Representação de papa.jpg

Referências

  1. COLLISCHONN, G. Fonologia do Português brasileiro, da sílaba à frase. Porto Alegre: Gráfica UFRGS, 2005.
Ícone de esboço Este artigo sobre linguística ou um linguista é um esboço relacionado ao Projeto Ciências Sociais. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.