Gerente gaivota

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Uma Gaivota do Arenque Europeia defecando (Larus argentatus)

A Gestão Gaivota é um estilo de gestão em que um gerente só interage com os funcionários quando eles considerarem que surgiu um problema . A percepção é de que tal estilo de gestão envolve decisões precipitadas sobre coisas que eles têm pouco entendimento, resultando em uma situação caótica, que os outros têm de lidar.[1][2][3] O termo se tornou popular através de uma piada do livro de Ken Blanchard's Liderança e a Um Minuto do Gestor (1985) : "Gestores gaivota chegam voando, fazem um monte de barulho, defecam sobre todo mundo, e em seguida, voam embora."[4]

Como gerentes gaivota , apenas interagem com os funcionários quando há um problema, eles raramente oferecem elogio ou incentivo quando as coisas estão indo bem. Quando surgem problemas, eles muitas vezes procuram colocar a culpa em outras pessoas,[5] e chamar a atenção para si a fim de parecerem importantes. Criticam os outros, mas pouco contribuem para a solução de um problema.[6]

A estilo de gestão gaivota pode ser um indicativo de um gerente que é destreinado, inexperiente ou recém-nomeado. [5]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Andreou, Alex (25 de julho de 2012). «Why David Cameron is the ultimate "seagull" manager». New Statesman. Consultado em 17 de junho de 2013. Back when I worked for a large organisation, we had a term: “seagull manager”. It described someone, usually a consultant, who flew in, made a lot of noise, dumped on everyone from a great height, then flew out again, leaving others to deal with the consequences. 
  2. Bradberry, Travis (2009). «The cost of seagull management». Industrial and Commercial Training. 41 (3): 139–141. doi:10.1108/00197850910950925 
  3. Witt, David (15 de agosto de 2011). «Don't become a "seagull" manager». leaderchat.org. Consultado em 17 de junho de 2013. It’s harder than ever to avoid becoming a “seagull manager” these days. That’s when you fly in, make a lot of noise, dump on everyone, and then fly away again. 
  4. Blanchard, Ken (1985). Leadership and the One Minute Manager. [S.l.: s.n.] Seagull managers fly in, make a lot of noise, dump on everyone, then fly out. 
  5. a b «Seagull Management». Types of Management. Consultado em 30 de julho de 2015 
  6. «Do You Have a "Seagull Manager"?». Modern Servant Leader. 30 de julho de 2015. Consultado em 30 de julho de 2015