Grânulo (biologia celular)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, o que compromete a verificabilidade (desde abril de 2019). Por favor, insira mais referências no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Neutrófilo com grânulos visíveis em seu citoplasma.

Grânulo, na biologia celular, é uma partícula pequena.[1] Ele pode ser qualquer partícula visível em microscópio óptico, sendo frequentemente usado para descrever vesículas secretoras. Os grânulos citoplasmáticos são, geralmente, os responsáveis pelo armazenamento do produto das secreções das células glandulares.Células leucócitos como os neutrófilos, eosinófilos, linfócitos, monócitos e basófilos possuem grânulos.

Referências

  1. DORLAMD. Dorland's Illustrated Medical Dictionary. Elsevier Health Sciences. 2011. p.2.176
Ícone de esboço Este artigo sobre Biologia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.