Harry Edwin Wood

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Asteroides descobertos: 12
715 Transvaalia 22 de abril de 1911
758 Mancunia 18 de maio de 1912
790 Pretoria 16 de janeiro de 1912
982 Franklina 21 de maio de 1922
1032 Pafuri 30 de maio de 1924
1096 Reunerta 21 de julho de 1928
1241 Dysona 4 de março de 1932
1305 Pongola 19 de julho de 1928
1595 Tanga [1] 19 de junho de 1930
1663 van den Bos 4 de agosto de 1926
2193 Jackson 18 de maio de 1926
3300 McGlasson 10 de julho de 1928
  1. 1 com Cyril V. Jackson

Harry Edwin Wood (3 de fevereiro de 188127 de fevereiro de 1946) foi um astrônomo inglês.[1]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Wood nasceu em Manchester, Inglaterra, se formou na Universidade de Manchester, em 1902, com honras de primeira classe em física, passando a ganhar uma M.Sc em 1905. Em 1906, foi nomeado o assistente-chefe do Observatório Meteorológico Transvaal, que logo adquiriu telescópios e que se tornou conhecido como o Observatório União. Ele atuou como diretor do observatório entre 1928 e 1941, sucedendo Robert Innes.

Em 1909, ele se casou com Maria Ethel Greengrass, também uma pós-graduada em física (1905), da Universidade de Manchester. Eles não tiveram filhos.

Ele foi o presidente da Sociedade Astronômica da África do Sul entre 1929 e 1930.

Wood sem nenhuma colaboração de outra pessoa descobriu um total de 12 de asteroides.

O asteroide 1660 Wood foi nomeado em sua homenagem.

Referências

  1. (em inglês) https://web.archive.org/web/20070810225058/http://www.saao.ac.za/assa/html/his-astr_-_wood_he.html. Consultado em 7 de janeiro de 2015. Arquivado do original em 10 de agosto de 2007  Em falta ou vazio |título= (ajuda)

Ligações externas[editar | editar código-fonte]