Headhunting

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Headhunting é a prática de cortar e preservar a cabeça de uma pessoa depois de matá-la. O headhunting foi praticado em tempos históricos em partes da Oceania, Ásia do Sul e Sudeste da Ásia, África Ocidental e África Central, Mesoamérica e Europa. Ocorreu na Europa até o final da Idade Média na Irlanda e nas regiões da fronteira anglo-escocesa, e até o século 20 em Montenegro, Croácia, Albânia e partes ocidentais da Herzegovina.[1]

Referências

  1. Encyclopædia Britannica (23 de fevereiro de 2009). «headhunting (anthropology) – Britannica Online Encyclopedia». Britannica.com. Consultado em 25 de maio de 2010 
Wiki letter w.svg Este artigo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o. Editor: considere marcar com um esboço mais específico.