Hiperdontia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde fevereiro de 2016). Por favor, adicione mais referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

A prevalênncia de dentes supranumerários em caucasianos está entre 1% e 3%, com uma taxa levemente aumentada em populações asiáticas. Aproximadamente entre 76% e 86% de casos apresentam hiperdontia de um único dente, com dois dentes supranumerários vistos em menos de 1% dos casos.

A hiperdontia unitária ocorre mais frequentemente na dentição permanente e aproximadamente 90% dos casos na maxila, com forte predileção pela região anterior.

A região mais comum é a dos incisivos superiores, seguida pelos quartos molares superiores e quartos molares inferiores, pré-molares, caninos e incisivos laterais.

Ainda que dentes supranumerários possam ser bilaterais, a maioria ocorre unilateralmente.

Em contraste com a hipodontia unitária, supranumerários múltiplos com origem não-sindrômica ocorrem mais frequentemente na mandíbula. Esses dentes supranumerários múltiplos ocorrem

Referências[editar | editar código-fonte]

  • Patologia Oral e Maxilofacial - Brad W. Neville