Hodógrafo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Transladando as origens dos vetores velocidade para um ponto comum, obtém-se o hodógrafo.

O hodógrafo do movimento de uma partícula é a curva descrita pelas extremidades dos vetores velocidade instantânea quando transladados de modo a terem todos uma mesma origem.[1][2]

William Rowan Hamilton utilizou o hodógrafo como ferramenta de investigação em seus estudos sobre os movimentos dos corpos.[3][4]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. S. Widnall; J. Peraire. "16.07 Dynamics, Fall 2009, Version 2.0", Lecture L4 – Curvilinear Motion. Cartesian Coordinates (MIT OpenCourseWare).
  2. Ferdinand P. Beer; E. Russel Johnston Jr.; Phillip J. Cornwell. Mecânica Vetorial para Engenheiros – Dinâmica. [S.l.]: McGraw Hill Brasil. 646 páginas. ISBN 978-85-8055-144-0 
  3. James Clerk Maxwell. Matter and Motion. [S.l.]: Courier Dover Publications. 107 páginas. ISBN 978-0-486-66895-6 
  4. Tom Apostol. New Horizons in Geometry. [S.l.]: MAA. 29 páginas. ISBN 978-0-88385-354-2 

Leitura adicional[editar | editar código-fonte]

  • Nussenzveig, H. Moysés. Curso de Física Básica, Volume 1, 4ª Edição, Capítulo 3. Edgard Blucher Ltda., 2003.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre física é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.