Information Systems Security Architecture Professional

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

A designação Information Systems Security Architecture Professional (ISSAP) é concedida e gerenciada pela ISC2 (International Information Systems Security Certification Consortium) e tem por objetivo aferir o entendimento profundo dos domínios de arquitetura do Common Body of Knowledge CBK de Segurança da Informação (desenvolvido e mantido pela própria organização).

Requerimentos[editar | editar código-fonte]

Para obter a designação ISSAP, o profissional deverá portar a designação CISSP e submeter-se a um exame escrito para aferimento dos conceitos de seis (6) domínios de Segurança da Informação.

Domínios Requeridos[editar | editar código-fonte]

Os domínios já são exigidos de maneira genérica na formação do CISSP:

  • Metodologia e sistemas de Controle de Acesso;
  • Segurança de Rede e Telecomunicações;
  • Criptografia;
  • Análise de Requerimentos e Padrões de Segurança, Critérios e Melhores Práticas;
  • Planejamento da Continuidade de Negócios BCP e Recuperação de Desastres DRP orientados à tecnologia;
  • Segurança Física (e sua integração com a lógica).

Relevância Internacional[editar | editar código-fonte]

Alguns órgãos governamentais estão recomendado a extensão da certificação de segurança para a concentração de Arquitetura ISSAP[1].

De acordo com estudo conduzido pela revista CertMag (especializada em certificações profissionais), a média salarial de um profissional de segurança da informação com o certificado CISSP e concentração ISSAP já passa dos 100 mil dólares anuais[2].

Referências

  1. «Governo de Hong Kong» (em ingles). Consultado em 21 de agosto de 2007. Arquivado do original em 28 de setembro de 2007 
  2. «Pesquisa CertMag» (em ingles). Consultado em 21 de agosto de 2007. Arquivado do original em 7 de junho de 2007 

Referências Externas[editar | editar código-fonte]