Inguar, o Grisalho

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Para outros significados, veja Inguar. Para outros significados, veja Igor.
Inguar, o Grisalho
Rei lendário dos Suíones
Antecessor(a) Sölve
Sucessor(a) Anundo das Estradas
Nascimento século VI
Morte século VII
Filho(s) Anundo das Estradas
Pai Ósteno

Inguar ou Igor, também conhecido como Inguar ou Igor, o Grisalho (em nórdico antigo: Yngvar Harra) ou Inguar ou Igor, filho de Ósteno (em nórdico antigo: Yngvar Östensson), foi um rei lendário da Suécia no século VII.

Etimologia[editar | editar código-fonte]

O nome Inguar, cuja variante comumente atestada nas fontes é Igor, é formado por Ing, uma variante para o nome do deus Freir, e var, que se traduz como guerreiro. Seu nome, portanto, significa "Guerreiro do deus Freir".[1] Este Inguar é distinguido dos homônimos pelo epíteto Grisalho (Harra) e pelo patronímico Filho de Ósteno (Östensson).[2]

Vida[editar | editar código-fonte]

Inguar é registrado na obra Saga dos Inglingos do historiador islandês Snorri Sturluson do século XIII. Segundo a obra, pertencia à Casa dos Inglingos e era respectivamente filho e pai dos reis Ósteno e Anundo das Estradas. Diz-se também que era um guerreiro naval envolvido em expedições às atuais Dinamarca e Estônia, tendo morrido em combate com os estônios e sido sepultado no país deles.[2][3]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Precedido por
Sölve
Rei da Suécia
século VII
Sucedido por
Anundo das Estradas

Referências

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • «Yngvar». Enciclopédia Nacional Sueca (em sueco). Gotemburgo: Universidade de Gotemburgo. 2018 
  • Lagerqvist, Lars O. (1997). «Forntid». Sveriges Regenter. Från forntid till nutid (em sueco). Estocolmo: Norstedts. 440 páginas. ISBN 91-1-963882-5