Intercâmbio educacional

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes fiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, o que compromete a verificabilidade (desde agosto de 2015). Por favor, insira mais referências no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Intercâmbio educacionalestudantil ou cultural é uma expressão que designa a troca mútua de estudantes de um determinado local com outro, geralmente fora do país de origem, para aprender a Língua nativa deste País, Cultura ou hábitos praticados no mesmo, para fins educacionais, profissionais ou pessoais. Inicialmente, a palavra intercâmbio designava unicamente programas que envolviam a viagem de um estudante do país A ao país B e do país B ao país A, sempre reciprocamente. De praxe, o estudante do país A era acolhidos pela família do estudante do país B e vice-versa. A instituição pioneira nos programas de intercâmbio foi o Rotary International.

A partir dos anos 1980, os programas se diversificaram e atualmente o termo designa, impropriamente, qualquer período de estudo de uma pessoa em país estrangeiro para seu aperfeiçoamento educacional ou profissional.

Hoje em dia o estudante pode escolher quanto tempo deseja ficar no lugar escolhido, e não há mais o sistema de troca, o tempo de permanência no destino dependerá do seu visto e será de acordo com o curso escolhido, o estudante pode estudar uma nova língua como o inglês, fazer o high school (ensino médio), universidade, programa de férias e cursos para se especializar em sua área de trabalho futura escolhida.

[1]agências que trabalham com adolescentes em programas high school e permitem pessoas a partir de 13 anos, já outras somente aceitam aqueles a partir dos 18 anos. Pessoas mais velhas também podem fazer seu intercâmbio, hoje em dia cada vez mais as pessoas mais velhas procuram viajar para aperfeiçoar seu idioma.

  • Intercâmbio cultural
  • Intercâmbio profissional
  • Intercâmbio universitário

Duração do intercâmbio[2][editar | editar código-fonte]

O intercâmbio educacional pode durar semanas, meses ou até anos. O período de vivência no exterior depende dos objetivos do estudante e suas condições. As opções mais comuns variam entre 2 semanas e 1 ano e um dos principais objetivos é aprender um idioma estrangeiro.

  • Intercâmbio de 15 dias / 2 semanas: para profissionais que querem melhorar suas habilidades em um idioma ou estudantes que desejam aproveitar o tempo livre para se divertir e aperfeiçoar seus conhecimentos
  • Intercâmbio de 30 dias / 4 semanas / 1 mês: indicado para quem também quer utilizar as férias para melhorar habilidades em um idioma e, ao mesmo tempo, conhecer novas culturas e interagir com a população local
  • Intercâmbio de 2 meses: para quem dispõe de um período de tempo um pouco maior de um mês e quer aprender um idioma enquanto experimenta outra cultura
  • Intercâmbio de 3 meses: para jovens, estudantes e profissionais que ainda contam com um tempo relativamente limitado, mas desejam se inserir em uma cultura diferente e aprender ou aperfeiçoar um idioma
  • Intercâmbio de 6 meses: indicado para a maioria das pessoas - do estágio mais básico ao mais avançado de proficiência em um idioma. Em 6 meses, é possível obter uma grande bagagem cultural e aprender um idioma
  • Intercâmbio de 1 ano ou mais: um ano é tempo suficiente para ganhar fluência em um idioma. Indicado a todos que dispõem de um tempo maior para se inserir completamente no estilo de vida de um país estrangeiro

Referências

  1. «Agências de Intercâmbio, Melhores e Confiáveis - SAIBA MAIS!». INTERCÂMBIO 7. 9 de fevereiro de 2017 
  2. «Intercâmbio - Viajar, Estudar e Trabalhar no Exterior | EF». www.ef.com.br. Consultado em 6 de fevereiro de 2018.