Islã na Bélgica

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Grande Mesquita de Bruxelas .

O Islã é a segunda maior religião da Bélgica depois do Cristianismo. O número exato de muçulmanos na Bélgica é desconhecido.

História[editar | editar código-fonte]

A primeira presença registrada do Islã na Bélgica foi em 1829, um ano antes da independência do país em 1830.

Demografia[editar | editar código-fonte]

O governo belga não coleta ou divulga estatísticas sobre afiliação religiosa, então o número exato de muçulmanos na Bélgica é desconhecido.[1]

Filiais e denominações[editar | editar código-fonte]

A grande maioria dos muçulmanos na Bélgica são sunitas.[2]

Referências

  1. «International Religious Freedom Report for 2015: Belgium» (PDF). Bureau of Democracy, Human Rights and Labor. United States Department of State. 2015. Consultado em 1 de outubro de 2017. Cópia arquivada (PDF) em 25 de outubro de 2019 
  2. Castle, Stephen (13 de março de 2012). «Deadly Mosque Arson in Belgium Attributed to Sunni-Shiite Friction». The New York Times. London, United Kingdom. Consultado em 1 de outubro de 2017. Cópia arquivada em 1 de outubro de 2017 
Ícone de esboço Este artigo sobre o Islamismo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.