Jônia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Nota: Este artigo é sobre a região na Anatólia. Para o conjunto de ilhas a oeste da Grécia, veja Ilhas Jónicas.
Localização da Jônia

Jônia ou Jónia (Ιωνία, em grego) era uma região da costa sudoeste da Anatólia, hoje na Turquia. Ficava entre Mileto e Fócia, e era banhada pelo mar Egeu (e não pelo mar Jônico, como se pode pensar).

Segundo tradição grega, as cidades da Jônia foram fundadas por imigrantes da Cynuria, região da Grécia Antiga, segundo referência explícita, no século V a.C., por Heródoto, às "crianças de Ion" [1] na sequência das invasões dóricas. Doze cidades principais se diziam jônicas: Samos, Quios,Mileto, Éfeso, Colofon, Miunte, Priente, Lebedos, Teos, Clazomenes, Éritras e Fócia. Posteriormente Esmirna juntou-se às cidades jônicas. Foi a região de origem de um grupo de pensadores conhecidos como pré-socráticos. Era também o local mais provável do nascimento de Homero.

O termo árabe, persa e urdu para Grécia é Younan (یونان), uma corrução de "Ionia." O mesmo verifica-se com a palavra hebraica, "Yavan" (יוון) e em Sânscrito " yavana". Os iónios foram os primeiros falantes de grego encontrados por semitas, turcos e persas, que depois contribuíram para a difusão da língua pelo Próximo Oriente e Ásia Central.[1]

Notas e referências

Ícone de esboço Este artigo sobre geografia (genérico) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.