Jama Masjid

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Jama Masjid

O Masjid-i Jahan-Numa (em persa: مسجد-ا جہاں نما, Devanagari: मस्जिद जहान नुमा, vulgarmente conhecida como Jama Masjid (em hindi: जामा मस्जिद, Urdu: جامع مسجد), é a principal mesquita da Índia, localizada na cidade de Deli.

Situada frente ao Forte Vermelho, a mesquita foi construída pelo imperador mugal Shah Jahan entre 1644 e 1656, com um custo de 1 milhão de rupias. A inauguração da obra foi orientada por um imame de Bucara, do atual Uzbequistão. A mesquita foi finalizada em 1655 EC com três enormes portais, quatro torres e dois minaretes com 40 metros de altura construídos com tiras de arenito e mármore branco. O pátio pode acomodar mais de 25 000 pessoas. As três cúpulas bulbosas compõem a cobertura no terraço estão ladeadas pelos dois minaretes. No chão, um total de 899 demarcações foram traçadas para a adoração dos crentes. A planta arquitetónica de Badshahi Masjid, projetada pelo filho de Shah Jahan, Aurangzeb em Lahore, Paquistão, é semelhante ao da Jama Masjid.

A mesquita foi palco de dois ataques, um em 2006 e outro em 2010. No primeiro, duas expulsões tiveram lugar na mesquita, ferindo treze pessoas. No segundo, dois estudantes de Taiwan ficaram feridos na sequência de um ataque levado a cabo por dois homens armados que abriram fogo sobre eles.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este artigo sobre mesquitas ou outros locais de adoração Islâmica é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.