Javier Aller

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Javier Aller
Nascimento 20 de abril de 1972
Madri
Morte 1 de maio de 2018 (46 anos)
Madri
Cidadania Espanha
Ocupação ator
Causa da morte diabetes mellitus

Javier Aller Martín (Madrid, 20 de abril de 1972-Ib., 1 de maio de 2018) foi um actor de cinema e televisão espanhol.[1][2][3]

Conhecido por seu acondroplasia (defeito genético que impede o normal crescimento dos ossos), participou em dois filmes do director de cinema Javier Fesser, O milagre de P. Tinto (1998) e A grande aventura de Mortadelo e Filemón (2003).

Faleceu o 1 de maio de 2018 e foi incinerado dois dias mais tarde no Cremtório de San Isidro (Madric).

Trabalhos[editar | editar código-fonte]

Cinema[editar | editar código-fonte]

  • O milagre de P. Tinto (1998)
  • O coração do guerreiro (1999)
  • O roubo maior jamais contado (2002)
  • A grande aventura de Mortadelo e Filemón (2003)
  • Kibris: A lei do equilíbrio (2005)
  • Miguel e William (2007)
  • Sua majestade Minor (2007)
  • Meus piores amigos: Média Vermelha O Regresso (2013)

Sinfín (2005)

Televisão[editar | editar código-fonte]

  • Agitação + IVA (2005)
  • Irmãos e detectives (1 episódio) (2009)

Referências

  1. «Muere el actor madrileño Javier Aller a los 46 años». Unión de Actores y Actrices (em espanhol). 3 de maio de 2018. Consultado em 3 de maio de 2018 
  2. Agencia EFE (3 de maio de 2018). «Muere a los 46 años el actor Javier Aller, intérprete de 'El milagro de P. Tinto' y 'El corazón del guerrero'». EcoDiario.es (em espanhol). EFE. Consultado em 3 de maio de 2018 
  3. «Muere Javier Aller, actor de 'El Milagro de P. Tinto'». El País. 3 de maio de 2018. Consultado em 3 de maio de 2018