Juan Corona

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Ambox rewrite.svg
Esta página precisa ser reciclada de acordo com o livro de estilo (desde junho de 2015).
Sinta-se livre para editá-la para que esta possa atingir um nível de qualidade superior.
Text document with red question mark.svg
Este artigo ou secção contém fontes no fim do texto, mas que não são citadas no corpo do artigo, o que compromete a confiabilidade das informações. (desde junho de 2015)
Por favor, melhore este artigo inserindo fontes no corpo do texto quando necessário.
Juan Corona
Nascimento Rio de Janeiro
Morte 1975
Venezuela
Cidadania Brasil
Irmão(s) Margarita Corona
Ocupação ator, roteirista, ator de cinema

Juan Coroa (Rio de Janeiro, Estado de Rio de Janeiro, Brasil - Venezuela, 1975) foi um actor e roteirista que desenvolveu sua actividade na Argentina inicialmente e na Venezuela depois. Era filho do actor de varietés e de circo de seu mesmo nome (que debutou na década de 1900 e actuou junto a Conchita Piquer e Carlos Gardel) e irmão da também da actriz Margarita Coroa.

Carreira profissional[editar | editar código-fonte]

Iniciou-se no cinema em Vinte anos e uma noite (1940) e trabalhou em várias produções do selo Lumiton. O director Carlos Christensen dirigiu-o no canto do cisne (1945), A armadilha (1949), As seis suegras de Barba Azul (1945) e na morte caminha na chuva (1948), destacando-se em especial nesta última produção no papel do Dr. Lambas. Posteriormente, Coroa foi um dos actores que o director levou com ele a Venezuela, país onde o dirigiu em dois filmes: O demónio é um anjo (1949) e A balandra Isabel chegou esta tarde (1950). Coroa radicou-se na Venezuela e continuou trabalhando ali como actor, roteirista e director e faleceu nesse país em 1975.

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Actor
Roteirista
Director

Televisão[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]

  • Manrupe, Raúl; Portela, María Alejandra (2001). Manrupe, Raúl; Portela, María Alejandra (2001). Un diccionario de films argentinos (1930-1995). [S.l.]: Buenos Aires, Editorial Corregidor. ISBN 950-05-0896-6  ()
  • Blanco Pazos, Roberto; Raúl Clemente (1997). Blanco Pazos, Roberto; Raúl Clemente (1997). Diccionario de actores del cine argentino 1933-1997 (em espanhol) 1° ed. [S.l.]: Buenos Aires Ediciones Corregidor. 120 páginas. ISBN 950-05-1205-X  ()

Ligações externas[editar | editar código-fonte]