Kim Jong-hun

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Kim Jong-Hun)
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde abril de 2016). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Kim Jong-Hun
Informações pessoais
Nome completo 김정훈
Data de nasc. 1 de setembro de 1956 (59 anos)
Local de nasc. , Coreia do Norte
Informações profissionais
Posição Treinador
Seleção nacional
1973–1985 Flag of North Korea.svg Coreia do Norte
Times/Equipas que treinou
2007
2007–2010
2010–2011
2011-
Coreia do Norte 4.25 Sports Team
Flag of North Korea.svg Coreia do Norte
Coreia do Norte 4.25 Sports Team
Coreia do Norte Sobaeksu
Última atualização: quinta-feira, 28 de julho de 2016

Kim Jong-Hun (em coreano: 김정훈, nascido em 01 de setembro de 1956) é um treinador de futebol da Coreia do Norte e atual treinador da Seleção Nacional de Futebol da República Democrática da Coreia do Norte, oficialmente reconhecida pela FIFA como DPR Korea (Democratic People's Republic of Korea). Em 2009 ele liderou a equipe coreana que se qualificou para a Copa de 2010; tal feito, qualificação para Copa do Mundo, não acontecia desde 1966.

Copa do Mundo 2010[editar | editar código-fonte]

Desempenho na Copa[editar | editar código-fonte]

A seleção norte-coreana foi a pior seleção do mundial de 2010, perdendo seus três jogos, e sendo a seleção com a pior defesa, perdendo de 2x1 para o Brasil, 7x0 para Portugal e 3x0 para a Costa do Marfim. Com isso, eles foram a seleção com o pior desempenho nesta edição de Copa do Mundo.

Humilhação pública na volta para casa[editar | editar código-fonte]

Após o péssimo desempenho na Copa do Mundo de 2010, os jogadores e a comissão técnica norte-coreana foram submetidos a seis horas de críticas e humilhações pelo líder comunista Kim Jong Il, e o treinador foi considerado o culpado pelo mal-desempenho e com isso, como castigo, teve de realizar trabalhos braçais forçados como punição. Ele e sua delegação foram castigados por 'traírem' a confiança do atual líder Kim Jong Il.

Ícone de esboço Este artigo sobre um treinador de futebol é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.