Língua stellingwarfs

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Stellingwarfs (Stellingwarfs, Stellingwerf)
Falado em: Países Baixos
Região: Noroeste de Stellingwerven, Frísia; Centros em Oosterwolde e Wolvega.
Total de falantes: ? extinta
Família: Indo-europeia
 Germânica
  Germânica Ocidental
   Baixo-alemão
    Baixo-saxão
     Stellingwarfs (Stellingwarfs, Stellingwerf)
Estatuto oficial
Língua oficial de: Países Baixos desde 1996 [1]
Códigos de língua
ISO 639-1: --
ISO 639-2: ---
ISO 639-3: stl

Stellingwarfs (em neerlandês: Stellingwerfs) é uma forma do Baixo-saxão neerlandês falada em Ooststellingwerf e em Weststellingwerf na província Frísia e também em Steenwijkerland em Overijssel. Stellingwarfs apareceu pela primeira vez no Almanaque Frísio de 1840. Alguns escritores publicaram literatura na língua durante o século XIX e alguma prosa, poesia e peças teatrais foram escritas no século XX.

Na década de 70 uma revista em Stellingwarfs, "De Ovend" foi publicada e já havia aulas para adulto, Um dicionário Stellingwarfs-holandês foi publicado em 2004. Os serviços de Igreja são, por vezes, realizada em Stellingwarfs, existem alguns programas de rádio semanais e editoriais em jornais ena língua .

Stellingwarfs foi reconhecido oficialmente pelo governo dos Países Baixos, em 1996, na área da Baixa Saxónia.

Geografia[editar | editar código-fonte]

Alguns incluem o dialeto Veenkoloniaals dentro da língua Stellingwarfs; Veenkoloniaals é falado na vila de Noordwolde, Frísia. Assim como Het Bildt e Leeuwarden, Weststellingwerf e Ooststellingwerf estão entre as municipalidades da Frísia onde a língua Frísia Ocidental não é falada.

Oficial[editar | editar código-fonte]

A língua foi reconhecida pelo governo dos Países Baixos em 1996 (como parte do Baixo-Saxão]]. [2]

Inteligível[editar | editar código-fonte]

Stellingwarfs é facilmente inteligível para muitos dos falantes por neerdelandeses, havendo uma nova literatura na literatura.

Escrita[editar | editar código-fonte]

O alfabeto latino usado pelo Stellingwarfs não apresenta as letras Q, X, Y e o C nunca aparece sem ser nas formas Ch e Sch; As vogais, exceto o I, podem ser usadas simples ou duplas (longas). São usados os ditongos Ae, Ao, Ai, Ei, Eu, Ie, I’j, Ij, Oe, Ou, Ow, Ui, Uui, Uj. Usa-se o Ö.

Amostra de texto[editar | editar código-fonte]

Grafia neerlandesa

Et doempien hadde zien nust in et waegenhokke. Op een keer weren beide oolden uutvleugen. Ze hadden eten haelen wild veur de jongen en hadden de jonkies hielendal allienig laoten.

Grafia AS

Et duumpyn hadde syn nüst in et waegenhokke. Op een keer weren beyde olden uyt-vloegen. Se hadden eten haelen wild voer de jungen en hadden de jungkys hiilendal aliinig laoten.

Grafia alemã

Et Duumpien hadde sien Nöst in et Wägenhocke. Op een Kehr weren bede Oolden ütflögen. Se hadden Eten hälen willt för de Jongen en hadden de Jonkies hielendal allienig låten

Tradução

Era uma vez uma carriça que tinha feito seu ninho em uma garagem. Ela vivia lá com sua família. Um dia, ela e seu companheiro saíram para procurar alguma comida para levar seus filhotes, deixando as aves jovens sozinhas.

Notas[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]