Língua vurës

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Vurës
Falado em: Vanuatu
Região: Vanua Lava
Total de falantes: 2 mil (2012)
Família: Austronésia
 Malaio-Polinésia
  Oceânica
   Oceânica Meridional]]
    Vanuatu
     Vanuatu Setentrional
      Vanuatu Oriental
       Vurës
Códigos de língua
ISO 639-1: --
ISO 639-2: ---
ISO 639-3: msn

Vurës e Mwesen (Mosina) são dois dialetos falados na ilha Vanua Lava de Vanuatu. Os dois juntos formam a língua principal dessa ilha, com cerca de 2 mil falantes.[1]

Escrita[editar | editar código-fonte]

A língua Vurës usa uma forma do alfabeto latino sem as letras C, F, H, J, P, X, Y, Z; Usam-se as formas adicionais Ē, Ë, M̄, Ñ, Ō, Ö.

Amostra de texto[editar | editar código-fonte]

E Qet, e ra testesen san̄wul nem̄e ni tawal. Nēr ga togtog Leseper. Qēt, e gonon e Qet mēlēn̄; o san e Rovilgal. Le qōn̄ ni tawal, nēr

Português

Kpwet tinha onze irmãos. Todos viviam em Leseper junto com a esposa de Kpwet, Rovilgal. Um dia, enquanto estavam todos juntos, os irmãos de Kpwet disseram: "Vamos fazer canoas! - OK", disse Kpwet.

Notas[editar | editar código-fonte]

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]