Lance livre

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Roger Grimau fazendo um arremesso de lance livre em uma partida da Euroliga em fevereiro de 2008.

No basquetebol, o Lance Livre, ou Arremesso Livre, ocorre quando o jogador sofre falta no ato de arremessar. O árbitro então assinala a infração e determina a cobrança de lances livres. Neste momento, a bola está morta e o cronômetro parado. A equipe que sofreu a falta é beneficiada com o arremesso do Lance Livre, onde o jogador que sofreu a falta, obrigatoriamente, deve arremessar a bola na cesta sempre da mesma posição, atrás de uma linha, chamada de “foul line”, que fica a uma distância de 5,8 metros da linha de fundo e 4,6 metros da tabela, e dentro de um tempo de 5 segundos. Os demais jogadores colocam-se nos espaços ao longo da área restritiva para a disputa dos rebotes. Caso o jogador acerte a cesta, ele marca 1 ponto. Se o último lance livre de uma sequência não for convertido, jogadores de ambos os times podem disputar o rebote pela posse de bola.

Conforme o livro de regras do basquete, "um lance livre é uma oportunidade dada ao jogador para marcar um (1) ponto, sem marcação, de uma posição atrás da linha de lance livre e dentro do semicírculo."[1]

Os lances livres no basquetebol ocorrem em duas situações, a saber:
1- Quando um dos times excede o limite de faltas e, a partir da próxima falta em qualquer lugar da quadra é marcado 2 lances livres.
2- Quando o jogador faz o movimento de arremesso a cesta e sofre a falta. Caso a bola caia na cesta, valem os pontos e é marcado 1 lance livre. Caso a bola não caia, vale a falta e lances livres. Se a falta for cometida quando o jogador estava dentro da linha dos 3 pontos, ele tem direito a 2 lances livres. Já se a falta for cometida quando o jogador estava atrás da linha dos 3 pontos, ele tem direito a 3 lances livres

Estilos de Arremesso no Lance Livre[editar | editar código-fonte]

Segundo as regras do esporte, num lance livre, o jogador poderá utilizar qualquer método de arremesso desde que a bola acerte a parte superior da cesta antes de tocar o solo. Desta forma, ao longo do tempo, vários estilos de arremesso no Lance Livre já foram utilizados, conforme demonstra a tabela abaixo:

Estilo Posição do Corpo Movimento Adeptos
Ortodoxo De frente para a cesta O jogador segura a bola com as duas mãos por cima da cabeça, fazendo um ângulo obtuso com seu cotovelo. A bola é arremessada com o movimento dos antebraços apenas Quase 100% dos jogadores.
de lado para a cesta Alex Garcia[2]
Com apenas 1 das mãos De frente para a cesta O jogador arremessa a bola na cesta com apenas 1 das mãos, sem o apoio da outra mão. Don Nelson[3]
"Toque de Volei" De frente para a cesta O jogador arremessa a bola na cesta como se estivesse dando o chamado "toque", muito utilizado pelo levantador no voleibol. Bill Cartwright
Push Shot De frente para a cesta Ao invés de arremessar, é como se o jogador empurrasse a bola para a cesta Michael Adams[3]
Cobrança de Lateral De frente para a cesta Os arremessos são feitos com as mãos partindo por detrás da cabeça. Ou seja, a bola é arremessada como se o jogador estivesse fazendo uma Cobrança de Lateral do futebol. Jamaal Wilkes[3]
"Arremesso por Baixo" ou "Lavadeira"[4] De frente para a cesta Conhecido nos EUA como underhand free throw ou jocosamente como granny shot (algo como "arremesso de vovozinha"). Basicamente, o arremesso é feito por baixo, lançando a bola do meio das pernas, de baixo para cima.
  • Rick Barry foi o mais notório jogador a utilizá-lo.
  • Outro que o utilizou foi o brasileiro Ubiratan.
  • Apesar de ter sido a forma predominante de arremesso de lance livre até meados da década de 1950, caiu em desuso e atualmente é utilizado apenas por iniciantes.

Realização de um bom arremesso[editar | editar código-fonte]

Segundo Byra Bello, comentarista do basquete no canal SporTV, para se ter um bom arremesso, é necessário obedecer a 4 pontos fundamentais para uma boa performance: equilíbrio, olhos na cesta, posição do cotovelo (diretamente abaixo da bola) e movimento final.[2]

Ver Também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. esportes.br101.org/ Regras do Basquete: Artigo 43 - Lances livres
  2. a b sportv.globo.com/ sportv.globo.com/] Alex Garcia e seu arremesso curioso
  3. a b c mondobasquete.com.br/ TOP5: Arremessos de lances livres mais estranhos da história da NBA
  4. espn.uol.com.br/ Lavadeira!? Jogador de Louisville 'apela' no lance-livre e diverte Rômulo e Agra