Leirão

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book.svg
Este artigo ou secção não cita fontes confiáveis e independentes (desde outubro de 2014). Ajude a inserir referências.
O conteúdo não verificável pode ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Como ler uma infocaixa de taxonomiaLeirão
Eliomys quercinus01.jpg
Estado de conservação
Quase ameaçada
Quase ameaçada
Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Mammalia
Ordem: Rodentia
Família: Gliridae
Género: Eliomys
Espécie: E. quercinus
Nome binomial
Eliomys quercinus
Linnaeus, 1766

O leirão ou rato-dos-pomares, (Eliomys quercinus), é um roedor endémico de grande parte do continente europeu, com corpo de cerca de 15 cm e cauda de cerca de 11 cm de comprimento e 100 gramas de peso. É comum em Portugal, tem hábitos crepusculares/noturnos, é omnivoro, constrói ninhos com folhas e outros materiais em muros, sebes e buracos nas árvores; neles se abriga principalmente no inverno. O periodo de acasalamento na primavera é assinalado por fortes guinchos produzidos pelas fêmeas receptivas ao acasalamento. Se agarrado pela cauda imprime ao corpo um movimento rápido de rotação que faz soltar a pele, o que lhe permite fugir.

No livro "As aventuras de Alice no pais das maravilhas", esse animal aparece como um bicho muito sonolento.

Ícone de esboço Este artigo sobre roedores, integrado ao WikiProjeto Mamíferos é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.