Lesão

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book.svg
Este artigo ou secção não cita fontes confiáveis e independentes (desde junho de 2010). Ajude a inserir referências.
O conteúdo não verificável pode ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Luvas para digitação, com a intenção de se evitar lesão por esforço repetitivo (LER).

Em medicina, lesão é um termo não específico usado para descrever qualquer dano ou mudança anormal no tecido de um organismo vivo. Tais anomalias podem ser causadas por doenças, traumas ou simplesmente pela prática de esportes, por exemplo.

Lesão é derivado do latin laesĭo(ferimento).

Causas[editar | editar código-fonte]

  1. Hipóxia
  2. Agentes físicos
  3. Agentes químicos (terapêuticos ou não)
  4. Agentes infecciosos
  5. Reações imunológicas
  6. Distúrbios genéticos
  7. Distúrbios nutricionais

Cura[editar | editar código-fonte]

Na cicatrização normal, as feridas progridem através de quatro fases sobrepostas: hemostasia, inflamação, proliferação e remodelação para restaurar a integridade epitelial. As feridas crônicas, no entanto, são freqüentemente interrompidas na fase inflamatória e são incapazes de passar para a fase de proliferação com regulação positiva simultânea da angiogênese e deposição da matriz.[1]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Medicina é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
  1. «Unlocking the secrets of faster wound healing». Tech Explorist (em inglês). 30 de agosto de 2019. Consultado em 30 de agosto de 2019