Linha do horizonte

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Objetos situados acima da linha do horizonte, são vistos de baixo para cima, e os que estão abaixo dessa linha, são vistos de cima para baixo.
No esquema axonométrico os pontos Fq e Fs são os pontos de fuga das retas q e s. Eles determinam a linha do horizonte do sistema projetivo.

Linha do horizonte (cuja abreviatura é LH), em perspectiva, é a linha imaginária que determina a altura dos olhos de um observador em relação à linha de terra, também conhecida como reta de fuga.[1]

Em projetiva, é chamada de reta de fuga, pois o(s) ponto(s) de fuga do plano de visão,[2] nos processos com um ou dois pontos de fuga, sempre estão situados na linha do horizonte.[3]

O Teorema de Desargues demonstra a colinearidade entre os pontos de fuga a partir de um observador.

Referências

  1. Roubaudi, C. - Traité de geométrie descriptive. Paris: Ed. Masson et Cia, 1926. p. 1
  2. Gill, Robert W. (1989). Desenho de perspectiva. [S.l.]: Colecção Dimensões. 115 páginas. p. 24 
  3. White, Gwen - Perspectiva. Trad. Conceição Jardim e Eduardo Nogueira. Lisboa: Editorial Presença, 1990. p.11.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Cavallin, José (1976). Perspectiva Linear Cônica 2 ed. Curitiba: A. M. Cavalcante. p. 7 
  • Smith, Richard Somers (1864). A Manual of Linear Perspective. Perspective of Form, Shade and Shadow, and Reflection (em inglês). [S.l.]: J. Wiley. p. 39 

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre geometria é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.