Lixívia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde fevereiro de 2016). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Embalagem comercial de lixívia

A lixívia, água sanitária (Brasil) ou barrela é um composto químico usado para limpeza e desinfecção de superfícies, cujo produto activo, o hipoclorito de sódio, é um sal obtido da neutralização entre o ácido hipocloroso e o hidróxido de sódio, e tem a fórmula química NaClO. É muito utilizada como agente clareador (alvejante) e possui excelente ação bactericida. Dissolve substâncias orgânicas mortas. Também é reativa com componentes à base de amoníaco.

No Brasil, é conhecida por outros nomes de acordo com a região e, em alguns casos, de acordo com a popularidade de alguma marcas mais conhecidas do produto. Alguns exemplos são: "água sanitária", "alvejante", "cândida", "candura", "cloro", "clorofina", "globo", "q-boa" ou "quiboa".

O termo Lixívia se referia antigamente à água de lavagem das cinzas da queima de madeira, fonte de carbonatos, que antigamente possuía vários usos, principalmente aquecimento com gorduras para produção de sabão, tendo sido substituída por produtos industriais, como o Hidróxido de sódio, a barrilha e o bicarbonato de sódio. Às vezes confunde-se lixívia com cal, soda cáustica e o que chamamos de água sanitária.

É utilizada geralmente como uma mistura de hipoclorito de sódio e água na proporção de 2% a 2,5% de hipoclorito de sódio, sendo considerada uma solução aquosa. Na odontologia, é usada no tratamento de canal, na concentração de 1% a 5%.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um composto inorgânico é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.