Luis Puenzo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Luis Puenzo
Nome completo Luis Adalberto Puezo
Nascimento 19 de fevereiro de 1946 (76 anos)
Buenos Aires
Nacionalidade  Argentina
Ocupação Realizador
Oscares da Academia
Óscar de Melhor Filme Estrangeiro
1986

Luis Adalberto Puezo (Buenos Aires, 19 de fevereiro de 1946) é um diretor, roteirista e produtor de cinema argentino. Apesar de trabalhar principalmente na Argentina, já realizou filmes também nos Estados Unidos. Dirigiu e escreveu A História Oficial, primeiro filme latino-americano a receber o Oscar de melhor filme estrangeiro.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Puenzo teve uma longa e bem sucedida carreira na produção de comerciais na Argentina. Em 1968 fundou sua própria produtora, a Luis Puenzo Cinema, que em 1974 foi renomeada como Cinemanía S.A. Em 1973 dirigiu Luces de mis zapatos, seu primeiro filme.

Durante a ditadura militar argentina, que durou de 1976 até 1983, muitos cineastas foram vítimas da repressão e tiveram que se exilar. Durante este período, Puenzo decidiu voltar a trabalhar na publicidade. No final da ditadura, começou a escrever o roteiro de A História Oficial, que planejava filmar utilizando câmeras escondidas de 16 mm. Entretanto, o regime caiu um pouco antes dele terminar de escrever o roteiro.

A História Oficial acabou se tornando seu filme mais conhecido, tendo recebido os prêmios Oscar e Globo de Ouro de melhor filme estrangeiro. Após a aclamação internacional, filmou Old Gringo (1989), seu primeiro filme em inglês, com Gregory Peck, Jane Fonda e Jimmy Smits no elenco.

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

Festival de Cannes

  • 1985: Prêmio do Júri Ecumênico – La Historia Oficial (vencedor)
  • 1985: Palma de OuroLa Historia Oficial (indicado)

Oscar

Ligações externas[editar | editar código-fonte]