Médico, cura-te a ti mesmo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Médico, cura-te a ti mesmo (em grego: Ἰατρέ, θεράπευσον σεαυτόν) é um provérbio encontrado em Lucas 4:23.

«Disse-lhes Jesus: Sem dúvida citar-me-eis este provérbio: Médico, cura-te a ti mesmo; tudo o que soubemos que fizeste em Cafarnaum, faze-o também aqui na tua terra.» (Lucas 4:23)

Interpretações[editar | editar código-fonte]

A interpretação usual desta passagem é que, durante a Rejeição de Jesus, ele esperava ouvir dos seus conterrâneos em Nazaré esta frase para criticá-lo[1].

A moral do provérbio é aconselhar a cada um para que veja primeiro seus próprios defeitos antes de criticar os dos outros[2], um sentimento que também aparece no Discurso sobre julgamentos.

Jesus se utilizou destas palavras para atribuir as palavras em Isaías 61:1 a si mesmo. De acordo com a doutrina, ele estaria também profetizando que seus inimigos iriam dizê-las mesmo após ele estar pendurado na cruz em sua crucificação, o que pode ser interpretado como sendo as zombarias feitas para que ele descesse da cruz («Ele salvou aos outros, a si mesmo não se pode salvar; Rei de Israel é ele! desça agora da cruz, e creremos nele.» (Mateus 27:42)). Passagens similares também aparecem em Marcos 15:31 e Lucas 23:35.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Martin, Gary. «Physician, heal thyself». The Phrase Finder. Consultado em 2008-12-05. 
  2. E. D. Hirsch, Jr., Joseph F. Kett and James Trefil, : (2002). «Physician, heal thyself». The New Dictionary of Cultural Literacy. Boston: Houghton Mifflin. ISBN 0-618-22647-8. OCLC 50166721. Consultado em 2008-12-05.